2013 o ano da serpente

E 2013 .. Está chegando ao fim.  O ano da serpente está terminando. O ano da troca de pele.

O ano da virada. Quando centenas de coisas boas  aconteceram… curiosamente comecei meu ano banhando nos mares da Bahia, em Porto seguro. Acho que não poderia ter começado em local mais emblemático.

O ano de crescer. De deixar pra trás tido aquilo que não faz bem. O ano da serpente. O ano de trocar de pele, de comportamento. De fazer tantas coisas que não se consegue mensurar. ..

O ano da serpente…. cuidado :)

Astor Piazzolla – Adios Nonino

Chega quase ser emblemático falar disso hoje. Mas hoje acabei de ver na TV que faz 20 anos da morte de Astor Piazzolla, um dos mais importantes compositores de Tango. Piazzolla foi um cara que inovou diretamente a maneira como era composto o Tango.

Para se ter uma ideia de quando ele começou a fazer suas inovações na forma como ele apresentava o Tango os mais tradicionais acusavam que o que ele fazia não era Tango.

Abaixo Adios Nonino, a canção mais linda de Tango em minha opinião e o motivo deste post, foi composta para o seu pai no leito de morte. Segundo a Wikipedia:

A canção Adiós Nonino, outra das mais conhecidas composições, foi feita em homenagem a seu pai, quando este estava no leito de morte, Vicente “Nonino” Piazzolla em 1959. Após vinte anos, Astor Piazzola diria “Talvez eu estivesse rodeado de anjos. Foi a mais bela melodia que escrevi e não sei se alguma vez farei melhor.” Por muito tempo recusou escrever ou encaixar textos a sua grande obra-prima, porém, aceitou a proposta da cantora argentina Eladia Blázquez que lhe apresentou um poema que havia escrito sob a versão musical, e ele, comovido, concordou. Insta consignar que Eladia renunciou qualquer direito autoral, enaltecendo ainda mais a grande obra do tango.

Emocionante, dramática, envolvente!

A versão com orquestra

Política não se escreve – Lula e Maluf

- “Se o civil tiver que ser o Paulo Maluf, eu prefiro que seja um general”.

Luís Inácio Lula da Silva, durante a eleição presidencial de 1984.

– “O problema do Brasil não está no deputado Paulo Maluf, mas sim nos milhares de ‘malufs'”.

Luís Inácio Lula da Silva, em 1986

– “Faz 15 anos que Lula não está no torno, que não conta como vive, quem paga seu salário”.

Paulo Maluf, quando era prefeito de São Paulo, em 1993.

– “Quem votar em Lula vai cometer suicídio administrativo”.

Paulo Maluf, quando era candidato a presidente em 1993.

– “A impressão que se tem é que Cristo criou a terra, e Maluf fez São Paulo”.

Luiz Inácio Lula da Silva, em 1996, sobre as propagandas das obras feitas pelo Maluf em SP.

– “O símbolo da pouca-vergonha nacional está dizendo que quer ser presidente da República. Daremos a nossa própria vida para impedir que Paulo Maluf seja presidente”.

Luis Inácio Lula da Silva ( presidente do PT ), no Comício das Diretas Já, na Praça da Sé, em 1984.

– “Perto do Lula e do Fernando Henrique Cardoso, eu me considero comunista”.

Paulo Maluf, em crítica ao governo federal, em 2007.

– “Declaração infeliz do presidente. Ele não está a par do problema, e se ele quiser realmente começar a prender os culpados comece por Brasília. Tenho certeza de que o número de presos dá a volta no quarteirão, e a maioria é do partido dele, do PT”.

Paulo Maluf (ex-prefeito), em 2005, sobre as declarações de Lula a respeito de sua prisão.

– “Se o Maluf é pescador, ele sabe que pegar lambarizinho é muito mais fácil que pegar peixe graúdo”.

Luiz Inácio Lula da Silva, Lula, em 2003, ao falar sobre o combate ao crime organizado em São Paulo.

Fonte: Yahoo